Monday, August 29, 2016

A PROPÓSITO DE SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Não há quem não tenha se sentido, um dia, presidente da República. E, logo, imaginado o que faria. Eis, portanto, a ideia que jamais me saiu da cabeça. Se eu fosse presidente da República, começaria por qualificar pessoas para tratar de CRIANÇAS e IDOSOS em Creches e Casas de Idosos federalizadas. As extremidades da vida estão precisando de amparo. Nossas crianças e nossos idosos estão sem pátria.
Com esta atitude, em nível nacional, eu estaria despertando o dom de AJUDAR que há no ser humano, gerando a maior FRENTE DE TRABALHO já imaginada e HUMANIZANDO a sociedade.
Sosígenes Bittencourt

Friday, August 26, 2016

DETRÁS DE MINHA CASA

Detrás de minha casa, de um alpendre, eu vejo os telhados das casas vizinhas, a rua lá embaixo, a serra lá longe, o céu escampo.

À tarde, quando é verão, as nuvens relembram minha infância. Eu ficava vendo as nuvens formar carneirinhos, às vezes um monstro. Um dia, eu vi um bule direitinho.

Detrás de minha casa, eu ouço o palavreado de minha cidade, o cheiro de pão francês, ruído de caminhão, latido de cachorro. Agora, deu pra passar helicóptero, besourando, com aquela cauda de gafanhoto. Quando é amarelo e preto, eu só penso que é a polícia catando vendedor de marijuana.

Havia uma fábrica que passava a vida funcionando. Faziam biscoito. O cheiro de morango, de chocolate e frutas cítricas era tão forte que a gente acordava, de madrugada, para beber água de quartinha. Hoje, só escombros, as lagartixas se despencam dos muros, frágeis de inanição.

Detrás de minha casa, vemos homens que jogam dominó para esquecer o tempo, passarem as horas. Como se fosse perigoso pensar na vida. Quem bota pra pensar na vida, geralmente pensa na morte. Melhor ser um gato, um peixe, um passarinho.

Sosígenes Bittencourt

Sunday, August 21, 2016

PITACO ESPORTIVO

É Campeão!
O Brasil engrena na competição e sagra-se Campeão.
Nosso bando de bambas na bola entrosam no campeonato e dão um banho na Alemanha.
Este é o Neymar de que precisamos, o Neymar do futebol brasileiro, “moleque inzoneiro”, mas bom da bola, são do juízo.
Hoje é um dia especial, dia de repousar o coração vingado.
E vamos às Eliminatórias, driblar as Américas, eliminar a eliminação.
Verdamarelo e Amistoso abraço!

Sosígenes Bittencourt

APOIO CULTURAL

*Faintvisa *Marcone da Charque

*Lojas José de Lemos *Ronaldo Seguros

*Cooperativa Vitória *Tec-Info

*Veneza Material de Construção *Vereador Bau Nogueira

*Palácio dos Alimentos *Autoescola Dinâmica

*Edilson Protético 

*Espaço Básico *Casa Funerária Oliveira

Saturday, August 20, 2016

EU E MEU MENINO NO TEMPO DELE MENINO

Filhos são relógios, por onde contamos o tempo. 
Quanto mais jovens, mais envelhecemos.

O menino: - Pai, estou com medo.
Eu: - Começaste a sentir a dor da alma.
O menino: - O que é alma?
Eu: Para ter alma, não precisa explicação.

O menino: - Pai, eu penso que quando o senhor era menino, o mundo era preto e branco.
Eu: - Cometeste o teu primeiro poema.

O menino: - Pai, eu estava com saudade.
Eu: - Saudade é um sentimento que não morre quando se mata. É a gente matando saudade e morrendo de saudade.

O menino: - Pai, uma menina me beijou.
Eu: - Cuidado, meu filho, eu ainda não estou na idade de ser avô.

Sosígenes Bittencourt

Monday, August 15, 2016

SEGUNDO DIA DOS PAIS SEM MEU PAI

A morte do meu pai foi cercada de jovens chorando. Um pranto que demonstrava o liame sentimental que estabeleceu com seus sobrinhos, netos e bisnetos. Foi a revelação do quanto pode eternizar a memória sentimental dos amparados. Foi isto que foi, o amor doação, a vida, o sacrifício doado à busca de proteção que o amor tanto procura.
O luto ensina mais do que as festas. O luto desperta os sentimentos mais nobres da alma: a compaixão, o perdão, a solidariedade. As festas JUNTAM, mas o luto UNE. As festas promovem ALEGRIA, mas o luto desperta a AJUDA, num entrelaçamento entre dar e receber, que funda a humildade, uma virtude que ensina e engrandece o homem.
Do físico e filósofo francês Blaise Pascal, vem a síntese do sentimentalismo que desanimou e levou a vida do meu pai: A maior carência do homem é poder fazer tão pouco por aqueles que ama.
Simônides queria dar mais. Contudo, sua riqueza era dentro do coração, não no mundo. A riqueza invisível e interior do meu pai o identificava, resumida na sentença latina HOMO DOCTUS IN SE DIVITIAS SEMPER HABET (O homem instruído carrega sempre a riqueza dentro de si).
Tomara que, por influência, seja eu possuidor de alguma riqueza interior que me permita sobreviver aos desafios da existência.
Agora, meu pai, és detentor de um segredo só a ti revelado. Tu eras como nós somos, e nós seremos como tu és.

Sosígenes Bittencourt

Sunday, August 14, 2016

PITACO ESPORTIVO

Sport 1, Flamengo 0
Em Pernambuco, ganhar do Flamengo é ponto de honra, e, às vésperas do Dia dos Pais, é chamar o rubro-negro da Ilha do Retiro de O PAPAI DA CIDADE.
Paterno abraço!
Sosígenes Bittencourt

Friday, August 12, 2016

PAI

Pai é aquele que dá bom conselho,
mesmo que não sirva de exemplo.
É aquele que aponta as consequências
do mau exemplo para provar o bom conselho.
Sosígenes Bittencourt


PITACO ESPORTIVO

RAFAELA DE DEUS E TAPA NO PRECONCEITO
Rafaela Silva queria conquistar uma medalha para servir de exemplo àqueles que não acreditam no triunfo dos pobres. Lá em Samuel 16.7, a Bíblia diz: O Senhor não vê como o homem, o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.
Rafaela tinha no coração a vontade de exemplificar e buscou na coragem a virtude para concretizar o seu desejo. E tudo acabou por conspirar em prol do seu triunfo. Favelada da Cidade de Deus, Rafaela ascendeu ao podium da glória. E como se não bastasse, largou o punho, com toda força, no focinho do preconceito.
No píncaro olímpico, Rafaela não era a favelada discriminada da Cidade de Deus, era Rafaela dos homens, deusa de força, mimo da humanidade, Rafaela de Deus.
Glorioso abraço!

Sosígenes Bittencourt