Sunday, November 30, 2008

Sagitário



Seu símbolo é o centauro. Forma com Áries e Leão a triplicidade dos signos do Fogo.
Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os sagitarianos são as pessoas nascidas entre 22 de novembro e 21 de dezembro.
Palavras chaves que definem o Sagitariano: Idealismo, Generosidade, Alegre, Dogmatismo, Fanatismo, Indulgente.
Seu signo é do elemento Fogo. Este elemento expressa-se por atividade, energia e busca de conhecimento e identidade. A ação é o fator base do Fogo. Ele é o que ajuda a criação, dá vida e aquece quando moderado. E é poder que queima, destrói, seca e ofusca quando excessivo.
Nascidos sob o signo de Sagitário: Augusto Pinochet, Beethoven, Charles de Gaulle, Clarice Lispector, Frank Sinatra, Khalil Gibran, Luiz Gonzaga, Nostradamus, Walt Disney, Winston Churchill.

Alanis confirma show no Recife



Jornal do Commercio

A cantora canadense apresenta o show "Flavors of entanglement" no Chevrolet Hall, no dia 30 de janeiro.
Alanis Morissette, 34 anos, já vendeu mais de 55 milhões de discos e ganhou 7 prêmios Grammy. A cantora está escrevendo sua autobiografia e vai tocar em assuntos delicados. Ela revela que foi violada na adolescência e fala ainda de suas relações homossexuais, de experiências com drogas e de quando sofreu de anorexia, segundo o site Alanis World. Segundo ela, a publicação a ajudará a "acabar com a vergonha". Hoje, Alanis assegura que seus únicos problemas são comer demais e trabalhar.

Fragmentos

Por causa da crise global, a Petrobrás pediu 2 bilhões emprestado à Caixa Econômica Federal. O senador Tasso Jereissati acha gravíssimo que a Petrobrás esteja com problema de caixa e, depois, que recorra à Caixa. Já Dilma Roussef, ministra da Casa Civil, acharia estranho se a Petrobrás pedisse dinheiro à Caixa e ela negasse. A embuança é tão grande que já provocou uma audiência pública com os presidentes da Petrobrás, da Caixa, Banco do Brasil e Banco Central.
Pegando carona em Coxinha, personagem de humor cearense, as “autarquias” vão ter que explicar o que danado aconteceu.
Sosígenes Bittencourt

Saturday, November 29, 2008

Fala, Vitória

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GRAÇA
Museu de Maria
Edições Rubroveio

C O N V I T E

Temos a honra de convidar Vossa Senhoria e Família para a exposição

SANTA MARIA DE DEUS A MADRE

A mostra será composta de 200 reproduções fotográficas do original de telas de pintores famosos da Idade Média, do Renascimento e do Barroco, inspiradas na Virgem Santíssima, existentes em Museus da Europa e dos EUA.

Local: Auditório do Colégio Nossa Senhora da Graça
Data:
19-12-2008
Hora: 19:00
Autor: Jornalista Marcus Prado
Participação: Professora Maria Graziela Peregrino

Friday, November 28, 2008

Fragmentos

É a segunda vez, este ano, que Angelina Jolie desmente oficialmente que esteja grávida. Um dia desses, teve gêmeos, afora mais um filho e três adotivos, inspirados pelo matrimônio hollywoodiano com Brad Pitt. Apesar de fuxicar que deseja aumentar a prole, acha que ainda é cedo para se deixar fecundar. Insuportavelmente linda, muitos se imaginam mortos em seus braços para nunca mais parar de sonhar.
*****
O clube árabe Al-Sadd, do Qatar, botou Emerson Leão pra fora. O motivo foi grossura do time no Campeonato Nacional. Emerson deve ter se confundido com o palavreado e o jeito de jogar dos homens de touca. Como o pessoal do Qatar não é bobo, mandou Emerson se catar.
Sosígenes Bittencourt

Não zombe! Eles são vereadores


Jornal do Commercio - Recife-PE

Apostaram no apelido e se deram bem.
Alguns dos vereadores eleitos:
Águas Belas - Cabelo Bom
Amaraji - Ximbute
Araçoiaba - Sérgio Maluquinho
Araripina - Zé Bolacha
Bezerros - Tititi
Brejo da Madre de Deus - Carga Pesada
Correntes - Lula-lá
Escada - Cara Véia
João Alfredo - Leide da Melancia
Jucati - Pedrinho Pica-Pau
Lagoa do Carro - Maria Fogo
Pombos - Pirraia do Feijão
Santa Cruz da Baixa Verde - Danda Gaia
Santa Maria do Cambucá - Léo de Gorducha
Serra Talhada - Peinha de Tião

Frase do dia 28/11/2008


O século XXI é o século dos negros e das mulheres, e acho que isso vai ser muito bom para o mundo.
Dilma Roussef

Thursday, November 27, 2008

Por que a educação não dá voto?



O resultado das urnas no passado revela que o eleitor de baixa renda costuma dar prioridade ao bolso – e não à escola.
Isabel Clemente e Mariana Sanches
BOLSA-ESCOLA. No governo do Distrito Federal, Cristovam Buarque pagava para que crianças carentes continuassem estudando. Mesmo assim, não se reelegeu.
Uma das verdades mais incômodas da política brasileira envolve um assunto que está na cabeça de pais, professores e estudiosos de todo o país – a pouca importância que o eleitor atribui às propostas para a educação na hora de escolher seu candidato.
As pesquisas mostram que a maioria dos brasileiros adora lembrar a importância da educação para o futuro dos filhos e o progresso do país. Mas, na hora de votar, existem outras prioridades.
Eleito governador do Distrito Federal em 1994, o senador Cristovam Buarque fez carreira como criador do Bolsa-Escola, o avô do Bolsa-Família, programa pioneiro em remunerar famílias carentes pela presença da criançada na sala de aula. Nem assim conseguiu se reeleger.
Construir universidades dá voto, até o analfabeto apóia por causa do status que a cidade ganha. Educação não. Geralmente, uma escola boa não faz parte do universo de desejo do mais humilde, como um carro, uma casa ou um tênis. É algo muito distante”, diz Cristovam.

Tuesday, November 25, 2008

Dicas Vestibulares



Os estudantes do Vestibular já estão carecas de saber que não se passa em Vestibular sem saber. Também que essa história de passar no "chute" é conversa mole pra boi dormir. O estudante que não souber, por exemplo, que “di-cas” é palavra dissílaba, paroxítona, não estará afiado para a prova de Língua Portuguesa. Os nutricionistas avisam que os feras não devem comer como um bicho. Também não devem jejuar como um faquir, porque o cérebro precisa de glicose. No entanto, se estiver acostumado a ingerir uma buchada no breakfast, não deve trocá-la por uma jaca para evitar indisposição. Se aparecer um verso de Carlos Drummond de Andrade, não deve pensar que seja “uma pedra no meio do caminho”. Nada de pressa. Depressa, não irão a nada. Só deve marcar o gabarito quando estiver gabaritado para isto. Esqueça coisas pós-vestibulares como “habeas corpus” e “bioengenharia genética”, pois isso será visto depois. Boa sorte e aquele abraço!
Sosígenes Bittencourt

Monday, November 24, 2008

Fala, Vitória


HISTÓRICO DO BLOCO CARNAVALESCOA GIRAFA

Fundado em 1950

Ávidos por algo diferenciado e motivador para brincar o carnaval de 1950, um grupo de “corrioleiros” (amigos), teve a inusitada idéia de “roubar” a girafa alegórica usada como símbolo do Armazém NordesteA Girafa Tecidos (casa comercial situada na Praça da Bandeira).
Discretamente a missão foi cumprida com sucesso, e o produto do ilícito sorrateiramente recolhido à Oficina Atômica, de propriedade de Zé Palito.
Reunião marcada, corriola reunida, bebidas servidas, discursos proferidos: estava fundada a Troça Carnavalesca Mista A Girafa. Oficialmente a data da fundação é 16/01/1950, como consta em Ata lavrada à época.
A primeira Diretoria ficou assim constituída:
- Presidente: José Mesquita de Freitas (Zezinho Mesquita);
- Vice-Presidente: José Augusto Férrer;
- Secretário: José Jacinto;
- Diretor Geral: José Celestino de Andrade (Zé Palito);
- Orador: Mauro Paes Barreto;
- Tesoureiro: Aluízio Férrer;
- Diretor Musical: Paulo Férrer;
- Fiscais: João Carneiro (Doido) e Hugo Costa;
- Diretor Artístico: Nivaldo Varela;
- Porta-Estandarte: Wilson Coelho (O Bruto);
- Comissão de Recepção: Donato Carneiro, José Pedro Gomes, Eliel Tavares, José Vieira (Zequinha), Rubens Costa e João Peixe.
Após o carnaval, sanadas as arestas geradas por conta do “roubo” do animal símbolo do Armazém Nordeste, ficou devidamente acordado entre as partes que a alegoria em questão seria emprestada anualmente pela referida loja e posteriormente devolvida em perfeito estado de conservação.
(Matéria fornecida por Drayton Bandeira)

Estudando Português

SAIBA A DIFERENÇA ENTRE A, À E

Faz-se uso do a quando se quer indicar distanciamento ou espaço de tempo futuro. Exemplos: O templo fica a cem metros daqui. / Daqui a dois dias haverá festividade na igreja.
Emprega-se o à (com acento grave) para indicar a ocorrência da crase (fusão ou contração de dois aa em um só). Por exemplo, em vez de se escrever: Vou a a Escola Dominical. / Ele é fiel a a Palavra de Deus, grafa-se: Vou à Escola Dominical. / Ele é fiel à Palavra de Deus.
Já o (do verbo haver) é usado em expressões que indicam tempo passado, podendo ser substituído por faz. Exemplos: pouco ele chegou (Faz pouco tempo que ele chegou). / Ele chegou dias (Ele chegou faz dias). / O culto começou menos de dez minutos (O culto começou faz menos de dez minutos).
Jaime Nunes Mendes

Niède Guidon: arqueologia com preocupação social



José Carlos Oliveira: A senhora é autora de um artigo no qual fala que teríamos até passado dos limites de utilização, de avanço tecnológico e que o homem está entrando numa rota de depredação da natureza. Essa rota é sem volta, ou os alertas da ONU, sombrios em relação às mudanças climáticas e ao aquecimento global, podem despertar algum tipo de conscientização que nos faça mudar o comportamento?
Niède Guidon: Ainda não vi nenhuma política adotada para isso. Veja, por exemplo, o comportamento dos animais, porque dizem que nós, os Homo sapiens, somos inteligentes; os outros, não. Então, veja o comportamento dos animais. A televisão japonesa fez um filme belíssimo com os macacos-prego. Quando existe pouca caça, um ano que não chove muito e não tem frutas, eles não se reproduzem. Eles sabem que quando se põe no mundo um bebê, é preciso dar-lhe comida, e se não existe comida, como vai ser? Então, a nossa política, infelizmente, visa o lucro: mais consumidores; quanto mais gente houver, mais os empresários vão ganhar. Então, existem governos que têm essa política de aumentar a natalidade. Tenho um funcionário que é analfabeto, ganha um salário mínimo e tem 23 filhos. Então, precisamos nos conscientizar. Há terra para produzir comida para todas essas pessoas? E agora, que ela vai produzir combustível, onde vamos plantar? Tem que desmatar tudo. E qual o resultado disso? Acaba a biodiversidade. Já tivemos a prova disso em vários países que começaram a praticar grandes monoculturas, mas quando vem uma praga acaba com tudo. Aqui, no Brasil, aconteceu uma vez com o café, acabou com tudo. Mas parece que o homem não aprende. Tudo isso partiu do momento em que se criou a propriedade e a questão do dinheiro. O que é o essencial para a sociedade de hoje? Ser rico, ter benesses. Hoje, para uma criança que assiste à televisão, o que é bacana? É ter todas aquelas coisas que estão ali, nas novelas. É isso o que ensinamos, e é esta a política: continuar a crescer; crescer e povoar o mundo, só que o mundo já está povoado.

Saturday, November 22, 2008

A mulher de 200 orgasmos


Se sua mulher é fria, desanimada pra sexo, aguada, que tal tomar conhecimento da existência da britânica Sarah Karmen. Aos 24 aninhos, Sarah experimenta, em média, 200 orgasmos por dia. E não é gozação. Ela pode experimentar uma frescurite genital com o zumbido de um secador de cabelo, o rosto abolachado de um morto ou uma tapa no focinho. Poder-se-ia dizer que tem o privilégio de sofrer da Síndrome de Excitação Sexual Persistente. Somente durante os 40 minutos de uma entrevista ao jornal News of The World, ela teve 5 orgasmos. E é porque ninguém lhe tocou com um dedo e o microfone estava apontando para sua boca. Ela conta que, às vezes, mantém muitas relações sexuais, na tentativa de se acalmar. Como não tem um animal que consiga acompanhar tamanha garanhagem, deve ser um boneco inflável.
Sosígenes Bittencourt

Fragmentos


Nesses dias, quando a campainha de sua casa tocar e você perguntar: "Quem é?", uma vozinha do outro lado responderá: "É a trinca do arrastão!"
Sosígenes Bittencourt

Friday, November 21, 2008

Estudando Português


MAS e MAIS
O "mas" é uma conjunção adversativa. É usada para dar idéia de oposição entre duas orações.
Exemplo: O aluno estudou, mas perdeu no vestibular.
O "mais" é um advérbio de intensidade.
Exemplo: Você precisa estudar mais.

Isabeli Fontana posa para o calendário Pirelli



Modelo brasileira participa da edição de 2009

ADOLFO NOMELINI Em São Paulo

O calendário Pirelli 2009 trata de assuntos relacionados ao meio ambiente. A flora e a fauna africanas estão retratadas nas fotos que trazem algumas beldades brasileiras, entre elas, Isabeli Fontana. Conhecido por ter uma edição limitada, em 2009, serão distribuídos 35 mil exemplares. Além de Isabeli, que aparece com um inseto em seu rosto em uma das fotos, outras supermodelos também estão nas fotos, entre elas, Daria Werbowy e Emanuela de Paula. Esta é a 36ª edição do calendário que é distribuído para alguns clientes e fornecedores da marca de pneus.

(Clique sobre a foto para visualizá-la melhor)

Thursday, November 20, 2008

Lengalenga sobre TIP e Dantas Barreto para Marília de Olinda



O negócio é não vir da Dantas Barreto, via Jaboatão, num ônibus sem ar-condicionado. Principalmente no verão. A paisagem é desoladora. Parece que houve uma guerra naquele mundaréu. Calçadas quebradas, estrada remendada, catinga de rio contaminado, casas envelhecidas, escolas cabisbaixas, comércio ambulante no meio da rua, barulho, poeira, pobreza e perigo. Essa é a visão destroçada de uma população que apenas cresceu, inchou e vemos a hora explodir.
*****
Eu não sou Dirceu, de Tomás Antônio Gonzaga, mas te admiro, Marília bela, bela como uma estrela. Freqüentei um barzinho em Olinda, na década de 70, onde hoje é o mar. O oceano o engoliu. Também tenho medo da Praia dos Milagres, desde que dois alemães foram assassinados, porque erraram o caminho. A questão do TIP é a mesma da Rodovia Luiz Gonzaga: conservação. A antiga BR-232 está toda se rachando. E é porque foi uma obra feita para a Classe Média Alta, imagine se fosse feita para pobre. Esse país é uma pinóia. Quanto mais dizem que está melhorando, eu não vejo nada. Agora mesmo, com a Queda das Bolsas, anda tudo aumentando, do chuchu ao automóvel. E o governo aperreado com os bancos, essa instituição que surrupia o dinheiro do povo sem pagar imposto nem pecado. Entra aí na minha revista eletrônica, para matar a saudade.
*****
Na Dantas Barreto, quer ao pingo do sol, quer na penumbra da Hora do Ângelus, a mulherada se agarra com as "bolsas sem valores"e a mão entre as pernas. Há um pânico instalado, medo até das fisionomias, dos olhares, dos trejeitos. Todo mundo é suspeito até que prove o contrário. Uns põem a culpa na cobertura jornalística, que vive relatando desgraça. Em resumo, quer seja via TIP, ou Dantas Barreto, os meliantes podem estar dentro do veículo, ou na banqueta, à margem da estrada. O desconforto é psicológico.
Outro dia, estava lá na Dantas, quando vi uma mulher querendo entrar no ônibus antes da hora. Estava com medo de ser assaltada. Disse-lhe que era bobagem, o assaltante poderia já estar dentro do coletivo.
A Dantas já não está como era dantes, quer dizer, está pior. Fedorenta, empoeirada e perigosa. As meninas que vendiam água mineral de garrafinha, há 10 anos, estão carregadas de filhos, seminuas e as canelas corroídas. Uma verdadeira desgraça!
Sosígenes Bittencourt

Transexual "grávido" de novo


O transexual americano Thomas Beatie está “grávido” de novo. Thomas nasceu mulher, mas pinta o 7 para ser homem. Pois bem... Apesar de ter extraído as mamas e se empanturrar de hormônios masculinos, esqueceu de arrancar o útero. Resultado: depois de parir uma menina no derradeiro verão, está buchudo de novo. Embora na sua cabeça seja um homem, sua mecânica é de mulher. Até na hora da relação, ao invés de introduzir, recebe.
Lembrou-me aquela história do filho do matuto que foi para São Paulo.
- Meu filho, o que você viu por lá?
- Eu vi Roberta Close.
- E aí, como ela é?
- Coloca batom na boca
Coloca esmalte no pé
Quer ser mulher mas não pode
Quer ser homem mas não é.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, November 19, 2008

A luta contra a pobreza


Jornal do Commercio
editorial

Combater a fome custaria metade do plano para salvar grandes empresas.

No momento em que as Nações Unidas promovem reunião de alto nível para revitalizar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e a nação mais poderosa do mundo busca o caminho para enfrentar a bancarrota de meia dúzia de empresas com 700 milhões de dólares, milhares de organizações não-governamentais estão lançando a campanha “EM MEU NOME”, destinada a mobilizar a cidadania contra a pobreza. O mote é exatamente essa profunda contradição que é a urgência com que são gerados recursos para salvar grandes empresas, enquanto a luta contra a fome mundial, que exige bem menos, se arrasta há décadas.

Tuesday, November 18, 2008

Fragmentos

Confusão da gota foi na Escola Estadual Amadeu Amaral, Zona Leste de São Paulo. Aos gritos de “porrada! porrada! porrada!”, os meninos quebraram as vidraças, botaram portas abaixo e trocaram socos e pontapés, como numa película de karatê. Manifestados, o rolo durou das 7 às 12h, só parando com a intervenção da Polícia Militar. Também, não era para menos, os maloqueiros têm até facção. Chama-se Primeiro Comando do Amadeu Amaral. O pivô da esculhambação foi uma menina de 15 anos que desfila de peitos de fora, se esfrega nos meninos e já dormiu acompanhada na própria escola. Quando uma outra colega, de 18, pediu que ela deixasse de putaria, o pau comeu.
Os professores foram trancafiados numa sala, tendo que, posteriormente, suspender as aulas, com medo de apanhar.
Sosígenes Bittencourt

Fala, Vitória


Capa da Revista do Instituto Histórico da Vitória de Santo Antão, lançada recentemente, na Vitória e no Recife, destacando a entidade eleita como uma das 7 Maravilhas da Cidade. No dia da posse da nova diretoria do IH, em dezembro, haverá no local uma mostra fotográfica do jornalista Marcus Prado sobre os demais pontos históricos e turísticos, eleitos como os mais belos do município.
A revista acha-se à disposição dos leitores na biblioteca do IH.

Fragmentos

Se você gosta de conversa mole de presidente, deguste primeiro essa de Lula: “Toda crise tem solução. A única que eu cheguei a pensar que não tinha, a do Coríntians, acaba de se resolver.
E, depois, tome essa sobremesa de Fernando Henrique Cardoso:
- O senhor viveria com o salário mínimo?
- E quem foi que morreu por causa do salário mínimo?
E me permitam concluir. Sabe como eles estão? Bem, graças a Deus!
Sosígenes Bittencourt

Monday, November 17, 2008

A miséria já teve seus dias de glória



Arnaldo Jabor

Não se fazem mais miseráveis como antigamente. Os humanistas, coitados, estão de mãos abanando. A miséria abandonou a literatura e virou notícia. Sem laços materiais, vagando pelos séculos, ela sempre fascinou os artistas.
A miséria já teve seus dias de glória. A miséria já deu muito lucro a artistas e intelectuais; hoje, não vale nada. Hoje, os miseráveis nos atacam e não sabemos o que fazer com nossa antiga “compaixão”.
A miséria perdeu o seu charme. É um desfile pardo e sujo a que tentamos assistir de costas.
O que irá acabar com a miséria? Ninguém sabe.
Os pobres já tiveram um grande valor, aclamados pelo Cristianismo. Agora, não passam de um mercado emergente para as igrejas bilionárias.
Os pobres não são mais oprimidos. São excluídos. Vagam nas bordas, como náufragos querendo subir no navio. Não podem.
A consciência do problema não traz mais problemas de consciência. O espaço e o tempo dos excluídos são diferentes dos nossos. Eles não têm segunda-feira, happy hour, feriado.

A palavra é AUTARQUIA

Palavra derivada do grego, autos (si mesmo) + arque (comandar), ou seja, "comandar a si mesmo". É um conceito pertinente a vários campos, mas sempre lidando com a idéia geral de algo que exerce poder sobre si mesmo.
Na administração pública brasileira, uma autarquia é uma entidade auxiliar autônoma e descentralizada. É um dos tipos de entidades da administração indireta. Seu patrimônio e receita são próprios, porém, tutelados pelo Estado. Exemplos: caixas econômicas e institutos de pensão.

Contador de Visitas



Fala, Vitória



Arthur Moreira Lima apresenta-se no Pátio da Matriz, em Vitória de Santo Antão. Os espectadores se fizeram presentes em pequeno número, para o tamanho do artista de fama internacional. Contudo, ficaram sentados, mas a SPA (Síndrome do Pensamento Acelerado) não deixou que muitos se concentrassem. Ademais, quem está habituado a ouvir A Egüinha Pocotó e Lapada na Rachada, não pode, de repente, gostar de Chopin. Tinha gente falando da vida alheia e estudante rindo com o caderno na boca. Estou fazendo esses comentário, já na segunda-feira, depois de assistir a um programa de televisão, onde a Orquestra Filarmônica de Viena apresentou concertos de Joseph Haydn, sob a regência de Leonard Bernstein.
Arthur Moreira Lima é um artista que sabe a importância de educar o povo e, unindo o sonho à capacidade empreendedora, consegue captar recursos para fazê-lo.
Forte abraço!
Sosígenes Bittencourt

Sunday, November 16, 2008

Fragmentos


O que mais desejaria, no Dia da Proclamação da República, era que fosse proclamada outra República.
Sosígenes Bittencourt

Fala, Vitória



A polícia pegou, no Alto da Bela Vista, o pedreiro José Adão da Silva, 20 anos, residente no Alto do Jogo, cidade de Inajá. Esse Adão é daqueles que peca sem Eva, maçã nem tentação. Chegou de Inajá para enojar sua terra, pintar miséria em Vitória. Sem prática em lutas marciais e guenzo, veio roubar motocicleta na cidade dos outros, sem conhecer o gênio do povo. Resultado: tomou um pau bíblico, sendo salvo pela polícia, para acocorar-se atrás das grades. Vitória já não agüenta as crias de casa, ainda importa alminha de outras plagas.
Sosígenes Bittencourt
(Para visualizar melhor, clique sobre a foto)

Saturday, November 15, 2008

Fragmentos (Retrospectiva)

Há 21 anos
Deus deu ao homem a água, e o homem deu ao homem a conta d’água.
No Dia de Finados, choramos por nossos mortos e por nós mesmos um dia.
Na orla marítima, em tempo de fio-dental, o binóculo procurava um biquíni.
O que mais aconselharia à polícia era não botar a mão no preso com o ódio do contracheque.
Agiota até no amor, só dá um beijo por dois.
Só nas Provas de Recuperação é que se conhece o pai do aluno irrecuperável.
(Novembro - 1987)
Há 20 anos
120 dias de licença-maternidade são mais do que o suficiente para a mulher retornar grávida ao trabalho.
O preço do tira-gosto tira o gosto de beber.
No dia das eleições, é proibido vender bebida alcoólica e fugir da cachaça de votar.
Urge que se crie o Pronto Socorro do tempo, para socorrer as vítimas do Horário de Verão.
Mais um avião cai na Cordilheira dos Andes. Impõe-se um conselho: não andes pela Cordilheira.
(Novembro - 1988)
Sosígenes Bittencourt

Thursday, November 13, 2008

Fragmentos

Parece história de Trancoso, mas, em Porto Alegre, uma mulher morreu atropelada pelo caixão do marido. Dona Marciana Silva Barcelos, 67 anos, ia no banco de passageiros da caminhonete da funerária, sem perceber que sua vida era passageira. Um Alfa Romeo bateu na traseira do veículo, atirando o caixão contra a nuca da viúva, que morreu num instante. E tem mais. O senhor Josi Silveira Coimbra, 76 anos, morrera de um infarto quando dançava com a esposa em um baile na noite anterior. Quando dona Marciana morreu, ia carregando o corpo de seu Josi para a cidade de Alvorada.
Sosígenes Bittencourt

Eu aprendi

Eu aprendi que ter uma criança adormecida nos braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo.
Eu aprendi que ser gentil é mais importante do que estar certo.
Eu aprendi que Deus não fez tudo num só dia. O que me faz pensar que eu possa?
Eu aprendi que ignorar os fatos não os altera.
Eu aprendi que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência.
William Shakespeare

Fragmentos

Em setembro de 1998, e lá se vai uma década, César Rocha, da equipe do Diario de Pernambuco, imprimia matéria que dizia: "Negócios econômicos estão substituindo produção de bens e serviços no mundo." A manchete era: "Modelo econômico detona crise" A economista e consultora Tânia Bacelar chama esse fenômeno, conhecido como "financeirização", de "acumulação rentista". Naquele momento, se dizia que os capitalistas, há 20 anos, passaram a acumular renda com patrimônio financeiro, especulando. Resultado: quando os "rentistas" correram para transformar os papéis que tinham nas mãos em dinheiro, não encontraram dinheiro, encontraram patrimônio real. E aí, em poucos dias, bilhões se transformaram em nada.
*****
Ademais, tem-se dito que o difícil da Globalização é compatibilizar o espírito competitivo com o de solidariedade. Não há país rico que se mantenha de pé, nem em paz, com um povo pobre. A Tênia, quando está na barriga do seu hospedeiro, faz jejum para que ele não morra. Esta é uma forma de manter-se viva. Minha frase, na aurora deste milênio, foi a seguinte: Este é o milênio da Solidariedade. Ou seremos soli(D)ários, ou seremos soli(T)ários.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, November 12, 2008

Conhecimentos Gerais

Que vitamina é também chamada de ácido ascórbico?
( ) vitamina B
( ) vitamina C
( ) vitamina E


Clique sobre "comments" para obter a resposta.

Não ria se puder



Em Recife, o caminhão do lixo pegou um pacote na calçada do Hospital da Tamarineira. Sabe o que tinha dentro?
Um doido varrido.
*****
Um doido foi liberado, de manhã cedinho, por uma junta médica, depois de haver passado vários anos no manicômio.
- Olha, o médico disse que o senhor está bom de saúde. Pode pegar suas coisas e ir para casa.
Quando foi de tardezinha, o doido voltou. Estava todo arranhado e cheio de esparadrapo.
- O que foi isso? – perguntou um funcionário.
- Eu voltei. Lá fora só tem doido.

O 'não' de Eloá



UM ALERTA PARA OS PAIS!!! Criando um Monstro.
O que pode criar um monstro? O que leva um rapaz de 22 anos a estragar a própria vida e a vida de outras duas jovens por... nada? Será que é índole? Talvez, a mídia? A influência da televisão? A situação social da violência? Traumas? Raiva contida? Deficiência social ou mental? Permissividade da sociedade? O que faz alguém achar que pode comprar armas de fogo, entrar na casa de uma família, fazer reféns, assustar e desalojar vizinhos, ocupar a polícia por mais de 100 horas e atirar em duas pessoas inocentes? O rapaz deu a resposta: - Ela não quis falar comigo. A garota disse não, não quero mais falar com você. E o garoto, dizendo que ama, não aceitou um não. Seu desejo era mais importante. Não quero ser mais um desses psicólogos de araque que infestam os programas vespertinos de televisão, que explicam tudo de maneira muito simplista e falam descontextualizadamente sobre a vida dos outros sem serem chamados. Mas ontem, enquanto não conseguia dormir pensando nesse absurdo todo, pensei que o não da menina Eloá foi o único. Faltaram muitos outros nãos nessa história toda. Faltou um pai e uma mãe dizerem que a filha de 12 anos NÃO podia namorar um rapaz de 19. Faltou uma outra mãe dizer que NÃO iria sucumbir ao medo e ir lá tirar o filho do tal apartamento a puxões de orelha. Faltaram outros pais dizerem que NÃO iriam atender ao pedido de um policial maluco de deixar a filha voltar para o cativeiro de onde, com sorte, já tinha escapado com vida. Faltou a polícia dizer NÃO ao próprio planejamento errôneo de mandar a garota de volta pra lá. Faltou o governo dizer NÃO ao sensacionalismo da imprensa em torno do caso, que permitiu que o tal seqüestrador conversasse e chorasse compulsivamente em todos os programas de TV que o procuraram. Simples assim. NÃO. Pelo jeito, a única que disse não nessa história foi punida com uma bala na cabeça. O mundo está carente de nãos. Vejo que, cada vez mais, os pais e professores morrem de medo de dizer não às crianças. Mulheres ainda têm medo de dizer não aos maridos ( e alguns maridos, temem dizer não às esposas ). Pessoas têm medo de dizer não aos amigos. Noras que não conseguem dizer não às sogras. Chefes que não dizem não aos subordinados. Gente que não consegue dizer não aos próprios desejos. E assim são criados alguns monstros. Talvez alguns não cheguem a seqüestrar pessoas. Mas têm pequenos surtos quando escutam um não, seja do guarda de trânsito, do chefe, do professor, da namorada, do gerente do banco. Essas pessoas acabam crendo que abusar é normal. E é legal. Os pais dizem, 'não posso traumatizar meu filho'. E não é raro eu ver alguns tomando tapas de bebês com 1 ou 2 anos. Outros gastam o que não têm em brinquedos todos os dias e festas de aniversário faraônicas para suas crias. Sem falar nos adolescentes. Hoje em dia, é difícil ouvir alguém dizer: - Não, você não pode bater no seu amiguinho. Não, você não vai assistir a uma novela feita para adultos. Não, você não vai fumar maconha enquanto for contra a lei. Não, você não vai passar a madrugada na rua. Não, você não vai dirigir sem carteira de habilitação. Não, você não vai beber uma cervejinha enquanto não fizer 18 anos. Não, essas pessoas não são companhias pra você. Não, hoje você não vai ganhar brinquedo ou comer salgadinho e chocolate. Não, aqui não é lugar para você ficar. Não, você não vai faltar na escola sem estar doente. Não, essa conversa não é pra você se meter. Não, com isto você não vai brincar. Não, hoje você está de castigo e não vai brincar no parque. Crianças e adolescentes que crescem sem ouvir bons, justos e firmes NÃOS, crescem sem saber que o mundo não é só deles. E aí, no primeiro não que a vida dá ( e a vida dá muitos ) surtam (entram em crise psicológica). Usam drogas. Compram armas. Batem em professores. Furam o pneu do carro do chefe. Chutam mendigos e prostitutas na rua. E daí por diante. Não estou defendendo a volta da educação rígida e sem diálogo, pelo contrário. Acredito piamente que crianças e adolescentes tratados com um amor real, sem culpa, tranqüilo e livre, conseguem perfeitamente entender uma sanção do pai ou da mãe, um tapa, um castigo, um não. Intuem que o amor dos adultos pelas crianças não é só prazer - é também responsabilidade. E quem ouve uns nãos de vez em quando, também aprende a dizê-los quando é preciso. Acaba aprendendo que é importante dizer não a algumas pessoas que tentam abusar de nós de diversas maneiras, com respeito e firmeza, mesmo que sejam pessoas que nos amem. O não protege, ensina e prepara. Por mais que seja difícil, eu tento dizer não aos seres humanos que cruzam o meu caminho quando acredito que é hora - e tento respeitar também os nãos que recebo. Nem sempre consigo, mas tento. Acredito que é aí que está a verdadeira prova de amor. E é também aí que está a solução para a violência cada vez mais desmedida e absurda dos nossos dias.
(ARTIGO PUBLICADO NO JB, DA DRª MARIA ISABEL, PROFESSORA DE PSICOLOGIA, QUE DENOMINEI DE 'O NÃO DE ELOÁ'. VALE A PENA LER... Isabel Alves - Centro de Apoio e Defesa da Cidadania-RJ)

Tuesday, November 11, 2008

Um piano pela Estrada



Arthur Moreira Lima deve ter a mesma idéia que tenho, a de que cultura não se espera que o povo peça, oferece-lhe. Um Piano pela Estrada é um desses projetos de difusão cultural que o torna um instrumentista diferente. Pois Arthur Moreira Lima, depois de desfilar pelo sertão, estará em Vitória de Santo Antão, dando um show de exibição clássica inesquecível na terra de Mariana Amália, da Batalha das Tabocas e do ficcionista Osman Lins. A iniciativa tem como objetivo levar a música erudita a municípios de 13 estados brasileiros. Em Pernambuco, a ação conta com apoio do Governo do Estado, através da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).
No repertório, estão composições de Bach, Beethoven, Chopin, Villa-Lobos, Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Luiz Gonzaga, Pixinguinha, com qualidades mecânica e técnica. Acompanha este projeto o oferecimento e orientação ondontológica à sociedade vitoriense. Os concertos são sempre ao ar livre e têm entrada franca.
Com mais de 50 anos de carreira, o pianista já gravou nos Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Japão, Suíça, Bulgária e Polônia, e realizou turnês nos quatro cantos do mundo.

Vamos lá, galera, tomar um banho clássico de música fina.

Sosígenes Bittencourt

Monday, November 10, 2008

Estudando Português



A Reforma Ortográfica e a Publicidade
Paulo Gustavo
O presidente Lula assinou recentemente o decreto que implanta e sacramenta o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa entre os países lusófonos, que entrará em vigor a partir de 1° de janeiro do próximo ano. É bom ressaltar que não há propriamente uma “reforma” no sentido usual do termo. Na verdade, só meio por cento – para ficar com um percentual redondo – das palavras em português brasileiro, não são mais do que isso, será atingido. Logo, não há motivo para estresse. Nada, portanto, que não se aprenda em poucos meses… O que vai necessitar de consulta, para os mais cuidadosos, são os casos de palavras com ou sem hífen. Algumas não terão mais o sinal, como “infraestrutura”, e outras passarão a tê-lo. No mais, continua tudo na mesma.
No dia-a-dia, seja da publicidade, seja da vida em geral, não se usam habitualmente mais que 3 mil palavras. Em tal universo, é provável que, no início, haja estranheza com relação a alguns vocábulos mais freqüentes (voo, ideia, joia, etc). Depois, o hábito vai fazer sua parte. A propósito, se passar, num exame ou numa peça, um rápido “vôo”, uma antiga “idéia” ou uma “jóia” envelhecida por um acento agudo, ninguém poderá censurar, pois há um prazo de quatro anos para a convivência das duas grafias.
(Paulo Gustavo é revisor e consultor editorial)

Sport 2 x Goiás 1



Ficha Técnica: Sport 2 x 1 Goiás
Recife (PE)
Local: Estádio Ilha do Retiro, em Recife (PE)Data: 9 de novembro de 2008 (domingo)Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos (RJ) Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Alécio Aparecido Lezo (MS)
Cartões amarelos: Andrade, Carlinhos Bala, Durval, Fumagalli, Fábio Gomes (Sport), Iarley, Fahel, Ramalho (Goiás)
GOLS:
SPORT: César, aos 22 e Roger, aos 24 minutos do primeiro tempo
GOIÁS: Fahel, aos 35 minutos do primeiro tempo
SPORT: Magrão; Igor, César e Durval; Sidny, Andrade (Sandro Goiano), Júnior Maranhão, Fumagalli (Fábio Gomes) e Dutra; Carlinhos Bala (Enílton) e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista
GOIÁS: Harlei; Ernando, Henrique e Rafael Marques; Fábio Bahia (Leandro), Fahel, Ramalho, Lusmar (Fausto), Paulo Baier e Thiago Feltri; Iarley (Alex Terra)
Técnico: Hélio dos Anjos

Sunday, November 09, 2008

Galeria de Fotos

Sítio Valado

Duda Amaral, chefe de jornalismo da Rede Globo NE, edita diariamente uma galeria de fotos no site da empresa: www.pe360graus.com.br
Fotos de nossa autoria, cerca de 500 peças, integram (desde 2004) o acervo que já foi visto por leitores de vários países, segundo Duda. Estão todas no link: NORDESTE RURAL/GALERIA DE FOTOS RURAIS. A mais recente foi batida no sítio Valado, na Vitória de Santo Antão, num fim de tarde, há poucos dias.
Marcus Prado
(Clique sobre a foto para visualizá-la melhor)

Saturday, November 08, 2008

A imaginação viaja, morcegando pára-choque de caminhão.

01. O casamento é o fim das criancices e o começo das criançadas.
02.
Carteiro feliz é aquele que gosta de sê-lo.
03.
Bebo para esquecer, só não lembro de quê.
04.
Mulher grávida reclama de barriga cheia.
05.
A culpa é minha, eu coloco em quem quiser.
06.
A felicidade não é um destino, é uma maneira de viajar.
07.
Dinheiro pode ser coisa do diabo, mas quer ver o diabo, ande sem.
08.
Não tenho vícios, só bebo e fumo quando jogo.
09.
Seja dono de sua boca para não ser escravo de suas palavras.
10. Herrar é umano.

Friday, November 07, 2008

Galeria de Fotos

Trégua

Soldado americano brinca com menino iraquiano que ganhou um capacete americano como presente em Mosul, ao nordeste de Bagdá, Iraque.
(Clique sobre a foto para visualizá-la melhor.)

A palavra é COPYDESK

Copydesk é uma revisão feita no texto não somente no aspecto ortográfico e gramatical. É uma revisão que, além disso, preocupa-se com a clareza e estruturação das idéias. O trabalho é pegar um texto, reestruturá-lo e reescrevê-lo, se preciso, mantendo as idéias originais.
E quem contrataria um copydesk?
Qualquer pessoa que não esteja satisfeita com o seu texto. Sempre podemos melhorá-lo do ponto de vista estrutural e estético. Estudantes, professores, alunos de pós-graduação e pessoas em geral que produzem textos podem recorrer ao serviço de copydesk. O copydesk não faz o texto para você, mas o refaz levando em consideração as questões lingüísticas apropriadas.

Não ria se puder


Doido é Doido!!
Um louco cai na piscina e começa a se afogar. Um outro interno se atira e o salva da morte. No dia seguinte, o diretor vai ao quarto do louco salva-vidas e diz: - Parabéns! Vim pessoalmente para lhe dar duas notícias. A Primeira é ótima: Você está de alta! Depois de seu gesto heróico de salvar um interno, nossa equipe concluiu que você está curado e provou isso ao ter essa atitude digna de um verdadeiro herói. A segunda notícia não é boa: aquele interno que você salvou ontem, acho que queria se suicidar mesmo. Morreu, hoje, enforcando-se num cinto.
O doido responde: - Não, senhor diretor, ele não se enforcou. Fui eu que pendurei ele para secar.

Thursday, November 06, 2008

Aprenda a esperar



Onilda Portella Peixoto

Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás.” É assim que se expressa o profeta Habacuque, no capítulo 1, versículo 2 do seu livro. A sua profecia gira em torno da justiça de Deus.
Tudo o que causava ansiedade em Habacuque é o que preocupa tantas pessoas hoje. Pecado, imoralidade, vícios dominavam desenfreados. A situação mundial, hoje, bem pode levar o cristão a pensar no livro de Habacuque. Por que Deus não intervém?
Os caminhos de Deus, às vezes, são misteriosos. Pode parecer que Ele esteja estranhamente silencioso e inativo.
A oração não é só falar, é também esperar e vigiar para escutar a resposta. Quem é o homem para que o seu relógio determine o tempo de Deus.
Habacuque apresenta a como algo que capacita o homem a viver em paz e em humildade. O justo vivendo em um mundo de injustiça, só pode viver pela . O homem que vive pela é justo.
Examine-se cada um a si mesmo e veja se a sua alma é reta.
(Onilda é advogada e estudante de Teologia)

Wednesday, November 05, 2008

'Mudança chegou', diz presidente eleito Barack Obama



O presidente eleito Barack Obama disse a dezenas de milhares de pessoas, em um parque na cidade de Chicago, que "a mudança chegou" aos Estados Unidos. “Demorou muito tempo, mas, nesta noite, a mudança chegou à América”, disse Obama à multidão, que se reuniu para assistir ao seu discurso de vitória, na cidade em que ele surgiu para a política. Ele estava acompanhado de sua mulher, Michelle, de suas duas filhas e de seu companheiro de chapa, Joe Biden. “Se ainda há alguém que duvida que os Estados Unidos sejam o lugar onde todas as coisas são possíveis, que ainda duvida que o sonho de nossos fundadores esteja vivo em nosso tempo, que ainda questiona o poder da nossa democracia, aqui está a resposta”, disse.
Desafios
Apesar das comemorações, Obama citou as dificuldades que vai encontrar em seu governo depois de tomar posse, no próximo dia 20 de janeiro. “Nós sabemos que os desafios que o amanhã vai nos trazer são enormes: duas guerras, um planeta em perigo, a pior crise econômica em quase um século. O caminho vai ser longo e não atingiremos nossos objetivos em um ano, nem mesmo em um mandato. Mas eu nunca estive mais esperançoso do que estou esta noite. Eu prometo a vocês, nós, como povo, chegaremos lá”.
BBC Brasil

Fragmentos

Sou do tempo em que menino obedecia na marra. Se chegasse com um confeito na mão, teria que dar explicação. O cabra ia de castigo, ficava sentado numa cadeira até receber ordem para sair. E se bancasse o afoito, ia pra mãozada. O pior que me ocorreu foi ter levado umas lapadas com um cinturão do exército. Fiquei com tanta raiva de militar que nem brigadeiro como em aniversário.
Sou do tempo em que se beijava de boca fechada e ficar nu era pecado. Hoje, menino não pede para sair, comunica que vai pra rua. Aliás, quando comunica. Sou do tempo em que menina brincava de boneca, hoje brinca de fazer nenen de verdade. Certa vez, já graúdo, dei uns tragos num cigarro e chupei chiclete para disfarçar. Levei uns tabefes porque estava fedendo a cigarro com chiclete. Ninguém escapava. Boletim de colégio era assinado no fundo da cozinha. Nota vermelha gerava castigo. Hoje, tem menino matriculado no bar da esquina. Meu avô paterno dizia que menino não tem juízo. Imagine se sai da sepultura e anda por aí, para ver menino pitando 'cannabis sativa' e enchendo a caveira de cachaça.
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, November 04, 2008

José Simão



E sabe qual a diferença entre Obama e Sarah Palin? Obama é o primeiro negro a ter chances de chegar à presidência dos Estados Unidos. Sarah Palin viu um negro pela primeira vez. E eu sei que essa é velha, mas não custa insistir: avisa pro Lula não confundir Barack Obama com Barraca da Brahma.
Maradona é o técnico da Argentina. A seleção vai virar ! Tá certo, a seleção de los hermanos está uma droga mesmo. Eu achava que o Maradona era técnico em aspirador de pó.

Fragmentos


No Dia de Finados, choramos por nossos mortos e por nós mesmos um dia.

Sosígenes Bittencourt


Obrigado, Machado de Assis

Frei Aloísio Fragoso
Boa parte dos livros da Bíblia são reconhecidamente obras-primas da literatura universal. Quem lê os salmos, os profetas, o livro de Jô, o cântico dos cânticos, alimenta-se na fé e deleita-se na arte.
Não sei se Machado foi ateu, agnóstico ou crente, suas obras não revelam nem negam alguma fé religiosa; entretanto, graças a ele compreendi que a maior glória de Deus exige que anunciemos sua verdade revestida da sua beleza.
(Aloísio Fragoso é escritor e frade)

A poesia é essencial

O furto do beija-flor

Ninguém nota o beijo do beija-flor
Na pura-inocente inerme rosa
Do néctar recheado de sabor
Que este nobre pássaro goza.

Com seu bico longo e afiado
Voa incansável em seu redor
Com malícia de bicho alado
Estupra a pobre rosa sem dó.

Desprovida rosa sem defesa
Presa no cárcere de seu talo
- Oh! Injusta mãe natureza.
Este bicho, não quero amá-lo.

E a rosa teve um beijo roubado
Deste rebelde beija-flor tirano
Com seu peito nela debruçado
Levou sua primavera do ano.


Eridelson de la Serna
(Eridelson é vitoriense e estudante da Faintvisa)