Friday, December 31, 2010

FRAGMENTOS

Faz 1 ano que fazia 1 ano que havia feito 1 ano.
Sosígenes Bittencourt

Thursday, December 30, 2010

Banhistas em Ubatuba

Isso aí são duas meninas saindo das águas, na Praia de Itamambuca, hoje de manhã, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Diz que está fazendo sol pr'aquelas bandas, com uma neblinazinha à tarde. Um verdadeiro espetáculo! Pela menina que está de nariz arrebitado, pode-se imaginar que a de cabeça baixa não é menos afilada. Que águas! Que meninas! Quer mar! Que sol! Chega dá vontade de ir embora. Não fossem os aeroportos, os ricos dormindo no chão que nem mendigos passageiros, até que valeria a pena. De ônibus, não vai dar tempo. O ano se acaba, as praias ficam só praias, e as sereias voltam à rotina de mulheres atarefadas outra vez. Mas, não tergiversemos. Que meninas, essas banhistas em Ubatuba!
Erótico abraço!
Sosígenes Bittencourt

FRAGMENTOS

Antes de pedir saúde, faça uma dieta.
Antes de pedir paz, guarde suas armas.
Antes de pedir prosperidade, arregace as mangas.
Antes de pedir amor, tente perdoar.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, December 29, 2010

Não ria, se puder


O resto, vocês já sabem

A filha: - Pai, sou eu, pai, sua filha.
O pai: - Ôi, minha filha, como está você?
A filha: - Pai, eu estou bem, mas queria lhe contar uma história e não sei como começar.
O pai: - Que é isso, minha filha, eu sou seu pai. Nosso diálogo sempre foi tão aberto...
A filha: - É que eu penso que estou grávida, papai.
O pai: - O que, minha filha, grávida! Como foi isso, minha filha?
A filha: - É que já faz três meses que eu não fico menstruada, e a enfermeira me disse que eu estava grávida.
O pai: - Meu Deus, você enlouqueceu, minha filha?
A filha: - Não, pai, mas o meu namorado é trabalhador e quer conversar com o senhor.
O namorado: - Ôi, coroa, tudo bem?
O pai: - Coroa?! Você engravida minha filha, sem eu saber e ainda me chama de coroa?
O namorado: - Olha, mano, é o seguinte, eu fiz esse bagulho aí, mas vou assumir, tá ligado?
O pai: - Bagulho?! Você faz uma desgraça dessa com minha menina e ainda chama de bagulho?
O namorado: - Êi, meu chefe, fica quieto, eu não sou nenhum vagabundo, eu sou Office-boy, ganho 250 reais por mês e ainda tenho uma barraquinha de cachorro-quente, entendeu?
O pai: - Olha, seu vagabundo, você vai sustentar minha filha com 250 reais, seu imbecil? Passa esse telefone pra minha menina, seu sem vergonha!
A menina: - Olha pai, se acalma, vai. O meu namorado é bonzinho, ele é Office-boy, tem uma barraquinha de cachorro-quente e, às vezes, trabalha de vigia.
O pai: - Minha filha, eu criei você com tanto carinho, lhe dei tanto conselho, e você me faz passar por um aperreio desse, minha filha, pelo amor de Deus!
O namorado: - Êi, meu velho, a gente nem sabe se é gravidez mesmo. A única coisa que a gente quer, no momento, é dinheiro pra comprar um teste na farmácia, para saber se é verdade que ela está grávida. Só isso, cara!
O pai: - Olha, seu filho de uma égua, você engravida minha filha, ganhando 250 reais por mês, e ainda tem o descaramento de me pedir dinheiro, seu escroto! – pu pu pu pu pu, desliga o telefone.
(O resto, vocês já sabem)

Monday, December 27, 2010

Assistindo à televisão

Na passagem do Natal, entrando pelo Domingo, eu destacaria, dentre o que vi, os espetáculos de André Rieu na Rede Vida, o show de Roberto Carlos em Copacabana, e a reprise do Conexão Internacional, com Roberto D'Ávila.
Os espetáculos de Música Clássica de André Rieu dispensam comentários. Aproveitei para dizer a um adolescente que as sopranos e os tenores não estavam gritando, estavam (en)cantando. E que ele se acostumasse a observar o mundo civilizado, para comparar com o mundo "vicilizado" em que vive.
Quanto a Roberto Carlos, o sonoplasta de minha geração, descobrimos que, mesmo adoentado, sem condições de permanecer de pé e sem tanta emoção, ainda é tremendamente emocionante. Gente do meu tempo chorou de verdade, relembrando o passado, assistindo aos filmes da memória. Suas músicas podem ser usadas no tratamento de quem sofre de amnésia. Destaque para o número de jovens que foram ao evento. Nunca digam que jovem não gosta de música que não morre, de música romântica. É questão basicamente de educação doméstica e auditiva.
(Vou almoçar e retorno para falar sobre Carlos Heitor Cony)
Apetitoso abraço!
Obrigado!
Na reprise do Conexão Internacional, apareceu o jornalista e escritor carioca Carlos Heitor Cony, sendo entrevistado por Roberto D'Ávila. Engraçado, disse simpatizar os cínicos, desde Sócrates a Machado de Assis e Jean-Paul Sartre. Disse que há uma diferença entre o escritor e o cronista. O escritor vive no fundo do mar e o cronista no aquário. O escritor tem de traçar seu caminho para ser notado, o cronista vive na vitrine. Acabou citando uma frase de Rabelais: "Não tenho nada, devo muito, o resto dou pros pobres." Ainda vi, neste programa, o físico Marcelo Gleiser dizer que "A terra pode ficar perfeitamente feliz sem a gente, mas a gente não vive sem a terra."
Telespectador abraço!
Sosígenes Bittencourt

Sunday, December 26, 2010

FRAGMENTOS

Se um dia, eu for atacado de amnésia,
ponham Roberto Carlos pra tocar,
e eu recobrarei a memória.
Sosígenes Bittencourt

Saturday, December 25, 2010

Nascimento de Jesus

No primeiro século d.C., o nascimento de Jesus era comemorado no mês ADAR (fevereiro e março).
O dia 25 do mês TIVET (dezembro), do calendário hebraico e babilônico, dia comemorado com festas oriundas da Grécia e de Roma, onde todo o povo participava, era o "Dies Natalis Invictis", comemoração do Solistício de Inverno, O Nascimento do Sol. No ano 343 d.C., o papa Júlio I, no Concílio de Serdica, transformou a festa do "Dies Natalis Invictis" em festa da cristantade, para comemorar o nascimento de Jesus.
Papai Noel foi um bispo holandês de nome Nicolau, que, na noite fria de 25 de dezembro, em Amsterdan, saía do palácio episcopal, levando às costas um saco cheio de brinquedos, batendo às portas das residências, para distribuí-los com as crianças, em comemoração ao nascimento de Jesus.
A Árvore de Natal é de origem germânica, adotada pela primeira vez por São Bonifácio.
O Presépio de Natal foi introduzido na vida dos cristãos, no século XII, por São Francisco de Assis.

Friday, December 24, 2010

Cristo de Lepanto

Cristo realizado em marfim por Bevenuto Cellini,
crucifixo conhecido como El Cristo de Lepanto.

Thursday, December 23, 2010

Eletricista pula de balcão e dana a cara no chão

Doido é o eletricista romeno Adrian Sobaru, de 40 primaveras. Arretado com as medidas de austeridade do governo, empoleirou-se no balcão do Parlamento, bradou impropérios e atirou-se, de cara, no chão.
"Boc, você roubou o futuro de nossos filhos" – vociferou Sobaru, referindo-se a Emil Boc. Nem o Conde Drácula, sanguinário e impiedoso, que governou a Romênia, no Século XV, cometeu tamanha sandice.
Apesar do choque que a plateia tomou com o eletricista, Sobaru sofreu apenas algumas fraturas no focinho, tendo que ser operado.
Se toda vítima de medidas governamentais for se atirar lá do alto, o mundo se transformará num verdadeiro abismo.
Suicida abraço!
Sosígenes Bittencourt

FRAGMENTOS

O Natal pertence a todos,
mas a felicidade depende de cada um de nós.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, December 22, 2010

Cuidado com Janeiro

Obviamente que eu não diria “cuidado com o Natal”, porque o nascimento de Jesus não tem nada a ver com isso. Porém, diria que é preciso segurar a emoção com o lado consumista da festividade, para em janeiro não estar com a mão na cabeça, por causa da farra financeira. Segundo alguns discursos evangélicos ou pastorais, Jesus é razão.
Não há riqueza maior no ser humano, força mais criativa do que a emoção, mas é preciso administrar seus excessos com a intermediação da razão. Napoleon Hill já o disse: “O entusiasmo é a maior força da alma.” Contudo, ‘entusiasmo’ deriva de “em + Teos”, ou seja, com Deus na alma, em estado de graça. Não adianta você cobrir-se do supérfluo, para depois carecer do essencial. “Cuidado com Janeiro” significa “cuidado com as dívidas”. Outro dia, vi um economista dizendo que ninguém trabalha para pagar contas, trabalha para se manter. Quem recebe para pagar, não recebe, transfere. Ademais, é preciso confeccionar um colchão de segurança, para nas vacas magras ter como se socorrer. Não vá com tanta sede ao panetone, lembre-se do pão nosso de cada dia.
Sosígenes Bittencourt

Monday, December 20, 2010

Fala, Vitória

QUEBRA-PAU NO ROBERTA MIRANDA

A princípio, parecia um linchamento, todo mundo querendo matar um só. Foi já de manhãzinha, quando terminou o show no espaço de eventos Roberta Miranda. Havíamos saído da Churrascaria A Gamela de Ouro, onde passamos a noite dançando ao som de um conjunto de Gravatá - se não me engano o Expresso Jovem Guarda - que tocava músicas, predominantemente, das décadas de 60 e 70. O ambiente tinha jovens e adultos, e estava saudabilíssimo.
Terminado o show, resolvemos dar um pulinho lá no Roberta Miranda, para dar uma olhadinha. Assim que chegamos na beira da pista, travou-se uma verdadeira batalha campal. Eclodiram vários quebra-paus ao mesmo instante. Ninguém sabia para onde correr, a fim de se livrar de uma bala doida ou levar um tabefe no focinho. Uma esculhambação que eu nunca vi nem nos cabarés, quando era jovem. As mulheres corriam e gritavam com a mão na cabeça, aperreadíssimas com os seus marginais de estimação. Se a Polícia chega naquele momento, não havia camburão que coubesse tanta gente. Teria de ser uma carreta, para carregar tanto arranca-toco sanguinário. Oxalá, no momento em que escrevo estas linhas, não estejam mandando alguém para a terra de pés juntos, em decorrência daquele quiproquó.
Esculhambado abraço!
Sosígenes Bittencourt

Friday, December 17, 2010

O Fuxiqueiro sem camisinha

Apesar da Wikileaks - o site de fuxicada de assuntos secretos internacionais - ser o assunto do momento nos quadrantes do mundo, o mais interessante, para nós, é a razão pela qual a Suécia exige a extradição de Julian Assange. Julian, sem ser antropófago, ‘comeu’ gente na Suécia sem camisinha. O governo sueco quer condená-lo por uma modalidade de estupro. Na Suécia, onde sexo é liberado e relação extraconjugal não é sinônimo de 'galha', transar sem Camisa de Vênus é cometer estupro. Aqui na América Latina, onde choramos por causa de um chapéu de bode e pegamos mulher pra transar na marra, ninguém quer plastificar o pênis. E fica tudo para ser resolvido na maternidade ou no consultório médico. Às vezes, na Casa Funerária.
Julian Assange parece que é doido. Criou a Wikileaks para enredar segredos, disponibilizando cadastramento e anonimato de quem quisesse fazer fuxicada. A bomba explodiu quando vazou informações sobre documentos secretos do exército dos Estados Unidos, sobretudo em relação à morte de inocentes no Afeganistão. O curioso é que, livre de mofar numa penitenciária na Pátria do Tio Sam, poderá ser condenado na Suécia porque transou sem camisinha. Tem jeito?
Sosígenes Bittencourt

Thursday, December 16, 2010

Sobre a Educação de Jovens e Adultos

O EJA é uma modalidade de ensino diferenciada no momento em que lida com alunos fora da faixa etária para a conclusão da educação básica. O projeto foi consolidado sob forte influência do educador Paulo Freire, tendo sido regulamentado pela LDB, de 1996, aborvendo repasse de verbas do FUNDEB.
A grande dificuldade de atingir metas, objetivando reinserir socialmente esse contigente de alunos de várias idades, é exatamente a heterogeneidade, caracterizada pelas mais diversas razões pelas quais os contemplados foram obrigados a não concluir sua educação básica. Desde a necessidade de trabalhar para sobreviver à dificuldade de acesso a ensino de qualidade.
A visão inicial da escola é experiência que marca o ser humano. Se, no primeiro contato com a educação, o aluno forma um conceito de impossibilidade, de insuperável dificuldade sobre si mesmo, poderá adquirir um real obstáculo ao aprendizado. Quem não conhece a denúncia: Eu não tenho cabeça para estudar.
Depois, pessoas que passam o dia trabalhando, sentem-se, à noite, desgastadas pelo cansaço, encontrando enorme dificuldade de concentração, o que compromete evidentemente o entendimento.
Oriundos de famílias dissociadas do estudo, da leitura, da reflexão, habituados a um cotidiano limitado por tarefas repetitivas e sem criatividade, detêm uma mente extremamente bitolada para novos conceitos, uma nova visão da realidade.
Formar gestores, qualificar melhor os professores, talvez fossem alternativas para melhorar a eficiência do projeto.
Este é um pequeno resumo das dificuldades que acompanham o dia a dia da execução do projeto de Educação de Jovens e Adultos.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, December 15, 2010

Tyrone assassinado

Este é o cotidiano de Vitória de Santo Antão (PE), e de tantas cidades por esses brasis, do Rio Oaiapoque ao Arroio Chuí.
Tyrone Power foi um ator norte-americano que morreu aos 44 anos, de infarto agudo do miocárdio, depois de brilhar no cinema, tendo feito A Marca do Zorro. Nosso Tyrone, morador de Dois Terreiros, morre aos 45, sem brilho cinematográfico, apagado a tiro, causando a impressão de que, como criança, praticou alguma "arte". Residindo na Rua Projetada, Loteamento Santo Antão, o zum-zum-zum é de que andou arengando. Sem a marca do Zorro e sem projeto de vida, não houve santo que desse jeito.
Trágico abraço!
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, December 14, 2010

FRAGMENTOS

No Natal, é preciso um certo cuidado. O menino Jesus está na lapinha,
e a rua cheia de Judas Iscariotes.
Sosígenes Bittencourt

Monday, December 13, 2010

Fala, Vitória

ESCULHAMBAÇÃO NO BAIRRO DO CAJÁ

Ontem, houve festa no Clube dos Motoristas O Cisne, numa área, por trás da antiga fábrica de bolacha, conhecida como O Palácio . Tudo fica num beco sem saída, e os moradores da rua acuados pela multidão. São idosos e crianças que só têm uma opção: se abrigar em casa de parentes. Um professor que morava ao lado de minha residência, vendeu o barraco, botou os picuás na cabeça e deu o pira. Quando é encontro evangélico, a fila é por um, as pessoas chegam vestidas, o cheiro é de perfume e não amanhece uma folha de papel no meio da rua. O verbo é Jesus, e o estribilho é amém. Porém, quando a festa é popular e o conjunto é de fuleiragem music, a molecada bota pra quebrar. Pra começo de denúncia, tem uma festa dentro do Clube e uma fora. A de fora é nas barracas. São carros particulares, com a mala arrebitada, disputando decibéis de imbecilidades pornográficas e antropofágicas, tais como: Vou te comer, vou te comer, vou te comer, vou te comer! Ninguém conversa, assisti à televisão, e dormir, necurica. A rua amanhece poluída de copos, garrafa pet, vidro estrilhaçado, cotocos de cigarro, tubinhos de loló, trapos e farrapos. Na calçada, havia patocas de sangue coalhado e um paralelepípedo ao lado. Deram um pau num camarada que a morte não o arrebatou por um triz. Tarde da noite, depois que a Polícia botou todo mundo pra correr, ficou um doido embolando na calçada e berrando que nem um bárbaro. Era um sujeito de baixa estatura, cangalha, que anda feito um macaco e parecia portar uma faca peixeira na cintura. As empregadas domésticas amanheceram varrendo e lavando a frente das casas, como se fossem garis da prefeitura. Os que se locupletam da orgia ensacam a grana e deixam a rua e o próprio clube em petição de miséria. A sede está parecendo uma penitenciária. Por que não promovem uma bacanal dessas na porta da casa de suas genitoras?
Esculhambado abraço!

Sosígenes Bittencourt

Friday, December 10, 2010

Apoio Cultural


8823-1545
A ciber-revista Fragmentos exibe Quadros de Frases em 12 lugares públicos na cidade, envia torpedo para 500 celulares, e mantém este blog (urbe et orbe) para a cidade e o mundo.
Patrocinadores:
*Farmácia Santo Antão *Faintvisa *Antônio de Lemos
*Vitória Link *Ronaldo Seguros *Grupo Veneza
*Casa Funerária Oliveira *Cooperativa Vitória
*Programa da Aninha/Metropolitana FM *Marçal Seguros
*Espaço Básico *Supermercado Vitória
*Vereador André de Bau *Restaurante Shell Baiana
*Tecinfo *Autoescola Nova Dinâmica *Cell Box
*Miguel Eletrônicos
Vitória de Santo Antão – PE
(081) 8677-2128
(081) 3523-0176

Thursday, December 09, 2010

Aniversário de dona Zefinha Menezes

A última proprietária de bar do velho cabaré de Vitória (PE), dona Zefinha Menezes, faz aniversário no dia de Nossa Senhora da Conceição. Completando 90 verões, uma vez que aqui não faz primavera, fomos comemorar a data em Mané Peixe, na Av. 15 de Novembro. No restaurante, Paulo Lavoura, Eraldo Boy e eu éramos as celebridades de uma mesma geração. Só faltou o garçon Fritz, que está com Jesus.
Nascidos na década de 50, começamos a frequentar o cabaré, lá pelos mil novecentos e sessenta e alguma coisa.
Dona Zefinha ficou famosa pelo feijão verde com carne de sol na brasa que nos servia, desde a hora do almoço até a madrugada. A cerveja era geladíssima, fermentada, e a música era, de The Fevers a Roberto Carlos, passando por Nelson Gonçalves, Núbia Lafayete e Ângela Maria. As mulheres usavam pó compacto, tinham educação e nos banhavam depois do amor.
Nossa homenageada, nonagenária, estava contente. Tomou umas talagadas de Whisky, recebeu presentes e pediu que Deus nos abençoasse. Contou que era feliz porque fez tudo que gostava na vida. Trabalhou, amou, passeou muito, por isso envelhecia sem graves problemas psíquicos ou de natureza física, além dos achaques naturais da velhice.
Em breve discurso, arranquei aplausos para aquela época, chamando-a de tempo de paz. Comida saudável, música bonita, mulheres femininas e ruas tranquilas para o livre trânsito dos mortais. Salientei que dona Zefinha impunha mais respeito no seu bar, na Zona de Baixo Meretrício, do que os diretores nas Escolas Públicas hoje em dia. Foi um verdadeiro espetáculo!
Portanto, para dona Zefinha Menezes, todo nosso carinho, saúde e paz.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, December 08, 2010

Maus hábitos também é cultura

Há quem pense que só faz parte da cultura de um povo suas artes: música, artesanato, dança, literatura, etc. Engana-se. Cultura é sinônimo de hábitos. Então, maus hábitos também fazem parte da cultura de um povo. No Brasil, furtar, desviar dinheiro público, desrespeitar crianças e adultos fazem parte de nossa cultura. Tive um celular furtado dentro de uma Faculdade. Bom salientar que o celular me custou a bagatela de 100 reais. O goleiro do Palmeiras, Deola, foi ameaçado de morte pelos torcedores do próprio Palmeiras, porque efetuou algumas intervenções no jogo contra o Fluminense. A torcida do Palmeiras queria que o seu time abrisse, para o Coríntians não ser campeão. E agora temos um espetáculo que já está passando a fazer parte de nossa cultura, o espancamento coletivo de torcedores até a morte.
Vergonhoso abraço!
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, December 07, 2010

FRAGMENTOS (Retrospectiva)


Há 23 anos
*No Natal é preciso um certo cuidado. O menino Jesus está na lapinha, e a rua cheia de Judas Iscariotes.
*De Pacote Econômico em Pacote Econômico, os ministros vão embrulhando o povo.
*O sexo ficou para a cama, e os segredos do amor, para o coração.
*Quem estiver atacado de amnésia, deverá estar esquecido de muita coisa que não vale a pena lembrar.
*Se Deus fosse como os homens imaginam, Ele seria injusto.
(Dezembro - 1987)

Há 22 anos
*
Havia tanto devoto na procissão de Santa Luzia, que a vista não alcançava.
*O presidente da República vai extinguir 6 ministérios. Tomara que não crie um para extingui-los.
*Que ninguém, no próximo ano, contraia o vírus da aids, necessite de cirurgia pelo Inamps, nem receba a visita de um pistoleiro de aluguel.
*Quando o ministro Maílson da Nóbrega quis dividir o pão com o povo, o povo levou o pitoco.
*Cozinheira disse que viu o psiquiatra ser assassinado com o maior destempero.
(Dezembro - 1988)
Sosígenes Bittencourt

Monday, December 06, 2010

Mistérios de Bordéu

De coisas bizarras que já vi, as experimentadas pelo repórter da Record, em Bordéu, foram campeãs. E olha que eu já vi índio comer formiga viva e papa de carne de macaco.
Bordéu é uma ilha asiática que fica dividida entre a Indonésia e a Malásia. Coincidentemente, ao chegar em Bordéu, o chefe da tribo havia falecido. Segue-se, portanto, um período de festividades pelo seu falecimento. O defunto fica sendo velado, enquanto apodrece, e é proibido filmar o seu sepultamento. Ninguém pode vê-los chorando nessa hora.
Se você não acredita, o repórter bebeu água de embrião de bicho e vinho de arroz no fundo de um crânio humano. Na água de embrião havia até um morcego mergulhado. O odor era insuportável, tendo o visitante que bebê-la, com os dedos em forma de pegador no nariz.
O que de melhor havia na ilha eram os Orangotangos. Dóceis e familiares, o repórter revelou que os animais mantêm uma relação sexual por ano. Tendo 12 vezes mais força do que o homem, vivem em média 35 anos, chegando a pesar 140 quilos. Millôr Fernandes disse que “Quando Deus criou o homem, os animais não caíram na gargalhada por questão de respeito.
Misterioso abraço!
Sosígenes Bittencourt

Resenha Esportiva

Nada contra os esforços envidados pelo Fluminense para conquistar o Campeonato Brasileiro e o objetivo alcançado. Assim como o Coríntians e o Cruzeiro mereceram suas colocações e poderiam também ter chegado ao título de Campeão. Contudo, a verdade tem de ser dita. A sacanagem, mais uma vez, permeou o maior campeonato do mundo. O que o São Paulo e o Palmeiras fizeram foi uma demonstração do mau caratismo de nossa raça. Vendemos uma vergonhosa imagem para o mundo. As equipes paulistas abriram para o Fluminense, no intuito de impedir que o Coríntians fosse campeão. E esse espetáculo não foi apenas protagonizado pelas equipes, contou com o apoio total e irrestrito dos torcedores. Ao ponto de o goleiro do Palmeiras ter sido ameaçado dentro do jogo, com apupos e objetos que lhe foram atirados. Parabéns ao Fluminense pela conquista, e uma sonora vaia para o nosso país. Que vergonha!
Decepcionante abraço!
Sosígenes Bittencourt

Saturday, December 04, 2010

Fernanda Souza

Esta é a insuportavelmente mimosa Fernanda Souza.
Ameaçando ficar nua e querendo casar na praia, não há no mundo quem não queira. E, se for o caso, nua na praia, nada lhe faltará para sereia. Dará muito ti-ti-ti, com certeza. Haja equilíbrio diante de tanta boniteza.
Sosígenes Bittencourt

Friday, December 03, 2010

Ambição e Política

Não sei o que se passa no cérebro desses políticos de um modo geral. Insaciáveis, ainda arengam pelo poder, mesmo com suas vidas materialmente resolvidas, já de uma certa idade e a saúde em pandarecos. Dinheiro é bom quando soma, quando subtrai é péssimo. Você, quando tem um dinheirinho, tem amigos, quando entra na política, arruma inimigo que nunca viu. Dinheiro que destrói amizades, afasta da família, compromete a liberdade de ir e vir sossegado, é dinheiro que subtrai. Ambição é um sentimento positivo, porém, ao extremo, pode resultar em prejuízo. Quem não conhece a história do cão ambicioso. O cão vinha com um osso na boca quando se deparou com um lago. Ao reparar na água, o osso refletido era maior do que o que tinha na boca. Prontamente, largou o da boca e abocanhou o lago.
Ambicioso abraço!
Sosígenes Bittencourt

Thursday, December 02, 2010

Fala, Vitória

CENSO 2010 - Vitória(PE) 130.540 mil habitantes
Duvi-d-o-do! 130 mil habitantes, isso deve ter em Lídia Queiroz. Aliás, você viu algum recenseador? Aqui em casa, pelo menos, não vieram saber se estávamos vivos, ou mortos. É balela! Vez por outra, aparecem umas meninas, até bonitinhas, procurando saber se tem mosquito da dengue.

Antigamente, tamanho era documento. Quando uma cidade era MAIOR do que outra, era porque era MELHOR. Hoje, quanto maior, pior. Vitória, por exemplo, já foi uma cidade onde só se tinha medo de assombração. Hoje, a gente quer abraçar um lobisomem e não quer dar de cara com um homem. Até mulher, de madrugada, dá medo. É bom pedir, pelo menos, sua Identidade. Às vezes, ela tem dois seios enormes, panturrilhas adjetivas, mas só 14 primaveras. Acho que, em muitas cidades, faltou SENSO no cálculo aproximado do CENSO. Conheço cidade que, se fosse exportar doido, pagava a dívida nacional. É sério!
Estatístico abraço!
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, December 01, 2010

FRAGMENTOS


De vírus em vírus, aids do Brasil!
De aids em aids, vírus o Brasil!
Sosígenes Bittencourt

Brasil tem mais mulher do que homem

País tem 3,9 milhões de mulheres a mais do que o número de homens.
Ôba! Deus aumente! Quer dizer, o número de mulheres. Aliás, penso que, do dia da publicação para cá, já aumentou.
A mulher "AINDA" é um animal melhor do que o homem. Revire as páginas policiais e você irá comprovar. Haja vista que uma mulher, quando é má, é um homem escritinho.
Mulherófilo abraço!
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, November 30, 2010

Ana Maria Braga 'revista' policial do BOPE

Amostrada estava Ana Maria Braga, entrevistando e 'revistando' o soldado Nunes, do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), no Mais Você, para todo mundo ver.
De tanto apalpar o policial, abrindo-lhe mochilas e bolsos, só faltou o cidadão explodir de rir. Não é brincadeira, o cara com um matulão daquele nas costas, pesando mais de 20 quilos, acostumado a dar soco em ponta de faca, tendo que ficar sério, com Ana toda delgada, escavacando-lhe tudo. Até kit de escovação dentária, ela exibiu para o mundo, dando palavrinha sobre a preservação do hálito.
No final do programa, ainda achou bonito o patch que recebeu de presente, com a caveira do BOPE. “Muito bonito isso”, comentou a apresentadora, que cuida tanto do visual, encantada com o cocão de um esqueleto.
Hilário abraço!
Sosígenes Bittencourt

Monday, November 29, 2010

Entre o céu e o inferno

Não tenha a menor dúvida de que o homem não se esforça para ir para o céu. Teme o inferno por questões óbvias. O Satanás, por exemplo, é um ente indormido, que passa a vida espetando seus moradores com um tridente em chamas. Ninguém pode dormir naquela infelicidade. No entanto, o homem é bamba em transformar a vida terrenal num verdadeiro inferno, comprometendo sua salvação. E quando sabe que no céu não tem os prazeres da vida existencial, fica até desanimado com a paz. Ninguém imagina que no céu tenha sexo, dinheiro, birita, remelexo, samba do crioulo doido. Será que os cariocas, envolvidos com o uso e o tráfico de drogas, querem ir para o céu? Lá nem polícia tem, para tantas emoções, tiroteios, blindados, caveirões.
Luxuriante abraço!
Sosígenes Bittencourt

Friday, November 26, 2010

A homem acha a paz chata

O homem acha a paz chata, por isso inventou a guerra, que é mais emocionante. O mundo conspira contra a paz, seduzido pelos motivos de sofrimento. O ser humano é um escravo cerebral das sensações, dependente químico das emoções existenciais mais impactantes. Acha mais emocionante a luta do que a comunhão. Gosta da paixão, embora sofra, desprezando o cultivo do amor, que é manso e sereno. Quando alguém mais brando diz que ama, o contemplado se abusa, enjoa. Prefere alguém prepotente que disfarça, atordoa, fere. Os cristãos disputam Jesus no grito, se dividem em nome do Senhor. O ninho dos profetas, a pátria das religiões é um barril de pólvora. Os regimes teocráticos são assassinos. As Coreias, desenvolvidas, reconstruídas com base na disciplina e na educação, sentem saudade da guerra, arengam tanto quanto as cubatas africanas, antro de ladrões, analfabetos e miseráveis. A mídia vende mais desastres ecológicos, conflitos humanos, crimes, catástrofes, porque o coração humano se emociona e prestigia. Por mais que o mundo produza bens e serviços, evolua cientifica e tecnologicamente, a paz parece, a cada aurora, mais distante.
Caótico abraço!
Sosígenes Bittencourt

Thursday, November 25, 2010

FRAGMENTOS

A guerra é o cúmulo da insanidade coletiva,
é a única disputa em que não há vencedor.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, November 24, 2010

Uma lua no céu

Ontem, havia uma lua no céu. Contemplava-a pela janela do ônibus em movimento. Nada me inspira mais do que o burburinho das rodoviárias e a paisagem vista da janela; as viagens, mesmo de curta duração. Imagine o que não senti quando viajei de avião.
Uma menina, ao lado, me chamou a atenção: - Veja que coisa linda, professor. O senhor não acha que só Deus pode fazer uma coisa dessa?
Na realidade, se você observar direitinho a natureza, sentirá uma sensação de que Deus existe, embora esta emoção me pareça acontecer de forma diversa em cada um. Quer dizer, Deus não estaria na montanha, no mar ou no céu, mas dentro de você, é uma descoberta interior. Ninguém ensina Deus a ninguém. Se uma Igreja está cheia de fiéis, contudo, cada um crê na medida de sua fé. Tem fé que balança numa topada. Em outros, a fé produz vidência, premonição. Nem todo mundo é Daniel, que enxergava o mal, com os olhos espirituais, quando na aparência tudo parecia estar perfeitamente bem.
Ungido abraço!
Sosígenes Bittencourt

FRAGMENTOS

Se você matar a criança que existe em você,
o adulto que sobreviver matará você.
Sosígenes Bittencourt

Monday, November 22, 2010

Quadro de Frases


Música é vida interior,
e quem tem vida interior
jamais padecerá de solidão.
Artur da Távola

A Compradora Compulsiva e o Liso

Um dos assuntos abordados, hoje, de manhã, no programa de Ana Maria Braga, foi sobre o Comprador Compulsivo. Aquele que compra tudo quanto é supérfluo em detrimento do essencial, terminando endividado e deprimido, a merecer tratamento psiquiátrico. Trouxe até uma senhora que chorou de vergonha do seu estado psicológico, de sua fragilidade e o drama que vivia. Ainda bem que apareceu um psiquiatra dizendo que há tratamento eficiente e o problema tem cura. Aí, me lembrei da conversa entre uma Compradora Compulsiva e um liso:
A Compradora Compulsiva: - Eu era de um jeito que não podia ver um par de sapatos, que ia logo comprando.
O liso: - Eu tenho um caso parecido. Não posso ver um par de sapatos.
A Compradora Compulsiva: - Por quê?
O liso: - Porque não tenho dinheiro para comprar.
Sosígenes Bittencourt

Sunday, November 21, 2010

FRAGMENTOS - retrospectiva

Deus deu ao homem a água, e o homem deu ao homem a conta d’água.
No Dia de Finados, choramos por nossos mortos e por nós mesmos um dia.
Na orla marítima, em tempo de fio-dental, o binóculo procurava um biquíni.
O que mais aconselharia à polícia era não botar a mão no preso com o ódio do contracheque.
Agiota até no amor, só dá um beijo por dois.
Só nas Provas de Recuperação é que se conhece o pai do aluno irrecuperável.
(Novembro - 1987)
120 dias de licença-maternidade são mais do que o suficiente para a mulher retornar grávida ao trabalho.
O preço do tira-gosto tira o gosto de beber.
No dia das eleições, é proibido vender bebida alcoólica e fugir da cachaça de votar.
Urge que se crie o Pronto Socorro do tempo, para socorrer as vítimas do Horário de Verão.
Mais um avião cai na Cordilheira dos Andes. Impõe-se um conselho: não andes pela Cordilheira.
(Novembro - 1988)
Sosígenes Bittencourt

Thursday, November 18, 2010

Brasil 4, Argentina 0

É como diria Benito de Paula: mulher brasileira em primeiro lugar.
Se os brasileiros perderam para os argentinos, à tarde, por 1 a 0, no finalzinho do jogo, as brasileiras nem tomaram conhecimento das argentinas, à noite, no Equador. Enfiaram 4 ao buraco e tchau pro louro. E não tem essa de fazer gracinha, é bola pra frente que atrás vem gente.
O Brasil está mesmo virando um país feminino. No planeta tem mais homem do que mulher, mas aqui é diferente, tem muito mais mulher do que homem. Se eu já era fã de futebol e mulher, com o sucesso do futebol feminino, eu ainda fico mais abestalhado.
Goleado abraço!
Sosígenes Bittencourt

FRAGMENTOS

Em tempo de assalto, vamos dormir de mãos para o alto.
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, November 16, 2010

O Direito de ser Feliz

Agora, você pode buscar a felicidade pela Constituição. A ideia é do senador e invencionista Cristovam Buarque. Pela proposta, o cidadão tem direitos sociais, previstos na Constituição, fundamentais aos seus anseios de felicidade. A Comissão de Constituição e Justiça já aprovou e, agora, segue para ser votada no plenário. De acordo com a Proposta de Emenda à Constituição 19/2010, o Artigo 6º passará a ser redigido assim: "são direitos sociais, essenciais à busca da felicidade, a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados".
Quer dizer, é uma espécie de SOS Felicidade. Uma exigência. “Eu quero ser feliz”. “Eu tenho o direito de ser feliz”. Pela petição de miséria em que se encontram os itens elencados no Artigo 6°, não dá para ser feliz, é muita infelicidade. No item segurança, por exemplo, nem aqueles que desfrutam de condições financeiras para bancar sua felicidade, estão com a vida protegida. Todo dia tomba um rico morto, porque obedecia a Lei do Desarmamento e deu de cara com um "outlaw", ou seja, um fora da lei.
Infeliz abraço!
Sosígenes Bittencourt

Estudando Português


ARREAR ou ARRIAR?
a) Ele arriou a bandeira? ou Ele arreou a bandeira?
b) Ele arriou o cavalo? ou Ele arreou o cavalo?
Constantemente pessoas invertem os significados desses verbos! Você sabe qual oração é a correta nos pares acima?
Use arrear quando quiser dizer que irá colocar arreios ou enfeites em.
Use arriar quando quiser obter os seguintes significados: baixar, colocar no chão, descer, desanimar, perder as forças.
Se ficar em dúvida, lembre-se de que “arreios”, aquele equipamento colocado em cavalos, é com “e”.
Veja alguns exemplos com os verbos arrear e arriar:
a) A bandeira nacional é hasteada às 7 da manhã e arriada às 18 da noite. (descida)
b) Ele arreou o cavalo esta manhã e saiu. (colocou arreios)
c) Ele arriou as calças e fez as necessidades ali mesmo. (baixou)
Portanto, voltando às orações iniciais, o certo será:
Ele arriou a bandeira e Ele arreou o cavalo.
Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Monday, November 15, 2010

FRAGMENTOS

O Brasil precisa cumprir a inscrição da bandeira,
porque, sem ORDEM, não haverá PROGRESSO.
Sosígenes Bittencourt

Sunday, November 14, 2010

Não ria se puder

ASSALTO SOFT
Estamos vivenciando uma nova era, a do assalto SOFT. Aconteceu num banco. Uma cliente contou que os assaltantes eram educadíssimos, de barba feita, cheirosos, um espetáculo! Um deles arrodeou o caixa e disse ao atendente: - Receba o dinheiro desta senhora e autentique o depósito. Nós não somos assaltantes de clientes, somos assaltantes de banco.
Emocionada, a mulher confessou: - Eu nunca vi um assaltante daquele. Ah! se o meu marido fosse delicado daquele jeito... Fiquei impressionada, porque o meu marido é desajeitado e ignorante pra cacete.
Outro exemplo. O assaltante chega e aborda uma senhora:
- Bom dia, como vai?
- Bem, obrigada.
- Olhe, eu sou um assaltante e desejaria que a senhora me passasse os seus pertences, por bondade.
- Pois não - e passa-lhe os objetos pessoais.
Aí, o assaltante: - Deus vos dê em dobro o que vos tenho roubado.
Sosígenes Bittencourt

Friday, November 12, 2010

Em Santa Cruz do Capibaribe

Um ano desses, fui assistir a um jogo em Santa Cruz do Capibaribe e fiquei abestalhado. A Capital da Sulanca é forrada em cima do Planalto da Borborema. À noitinha, sopra um cheirinho de travesseiro de macela, sugerindo uma cama pra deitar. Naquele avenidaço, no centro da cidade, comprei um pastel a uma loirinha tão mimosa, cujo contato me encheu de esperança. Vi uma vitrine de anáguas e camisolas que me deu vontade de alisar. Um cidadão me contou, se balançando numa cadeira, que ali só não trabalha quem é preguiçoso e que é proibido roubar. Inventei de chupitar uma cerveja gelada e fiquei zonzo de poesia. Nunca mais vou a Santa Cruz sem poder pernoitar.
- Onde é o cabaré da cidade? - perguntei.
- Ali tem um. - responderam.
Tive medo de ficar por lá. O ônibus já ia sair. E patati e patatá...
Poético abraço!
Sosígenes Bittencourt

Thursday, November 11, 2010

FRAGMENTOS

O que mais desejaria no Dia da Proclamação da República
era que fosse proclamada outra república.
Sosígenes Bittencourt

Wednesday, November 10, 2010

Fala, Vitória


E se você fosse prefeito?
Essa é uma pergunta formulada numa comunidade no Orkut.
Minha primeira atitude seria imitar o Parlamento sueco. Todos teriam acesso, via internet, ao salário dos vereadores, bem como à atuação dos representantes do povo. Reduziria ao máximo o quadro de funcionários municipais, selecionando rigorosamente pela competência, e passaria 4 anos projetando desprivatizar a Praça da Bandeira. Envidaria todos os esforços, no intuito de implantar uma safena administrativa no coração infartado da cidade. O projeto incluiria a Rua André Vidal de Negreiros e a Feira das Panelas, com a demolição da muralha de barracas que esconde o Grupo Escolar Cardeal Roncalli. Devolveria, sem privilégios, as calçadas aos calçados, desobstruindo os caminhos para os caminhantes. Depois, ninguém receberia um vintém dos cofres municipais sem prestar serviço, e todos estariam cadastrados num site para que o povo tomasse conhecimento do que estavam fazendo e quanto estavam recebendo. Concluído o mandato, podiam me crucificar, porém nunca mais alguém diria que um prefeito não pode prestar contas de sua administração. Sem TRANSPARÊNCIA, tudo é aparência.
Meridiano abraço!
Sosígenes Bittencourt

Tuesday, November 09, 2010

O ENEM, nem, nem...

Erro na organização e em quesitos da prova do ENEM parece brincadeira. É mesmo que fraude no concurso da polícia. Candidatos que fraudaram o concurso da polícia eram caso de polícia. Coisas brasileiras. Se há erro na confecção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio, como os seus examinadores terão credibilidade para atribuir nota aos concorrentes? Um item é evidente: falta de atenção. Como conceber desorganização na organização do ENEM? Por exemplo, colocaram, no domingo, Linguagens e Códigos com Matemática. Todo mundo sabe que Português e Matemática sempre foram intrigados, gato com rato nos hemisférios cerebrais do aluno. Tanto que, antigamente, se perguntava ao estudante: “Você gosta de Português, ou de Matemática?” Imagine erro na formulação das questões. É piada. Penso que o ensino está se transformando numa salada indigesta, dificultando o aprendizado. O que mais importa no ensino é o aprendizado. Se o aluno não aprendeu, de que valeram as aulas? Há queixa de que as provas foram longas, as perguntas complexas, etc, etc. Se o objetivo é a comunhão entre as matérias, a desorganização só promoverá desunião. É melhor estudar menos e aprender alguma coisa, do que estudar tudo e não aprender nada. Afinal, o aluno precisa conhecer as matérias, ou precisa estar preparado para matar a charada das questões?
Paradoxal abraço!
Sosígenes Bittencourt

Monday, November 08, 2010

Fala, Vitória

65 anos do Colégio Municipal
Fui aluno do Colégio Municipal 3 de Agosto, na década de 60, sob a direção do bel. Mário Bezerra da Silva, quando o mesmo ministrava aula de Português e mandava no quarteirão. Tempo em que alunos formavam pelotão para cantar o Hino Nacional antes de entrar na sala de aula. Tempo de obediência e temor a Deus. Rezávamos a Ave Maria cheia de graças, para agradecer pelo pão nosso de cada dia. Tempo em que professor era professor e aluno era aluno. Menino não se metia a besta para não levar ‘olho de boi’ na prova ou ir de castigo atrás da porta. Dr. Mário andava entonado em paletó e gravata e sapatos impecavelmente engraxados. O povo se afastava nas calçadas para o circunspecto diretor desfilar. Tempo de humildade. A gente lanchava bolacha Creme Cracker com Soda Limonada, doce japonês com água de quartinha, chupava picolé de goiaba, e ninguém mangava de ninguém. Tempo de limites. Namorados beijavam só na boca, porque era proibido tirar os vestidos e dormir na casa dos outros. Todo aluno do Curso de Admissão sabia conjugar o verbo ‘amar’ no presente do indicativo. A professora de História parecia uma professora de História, e a de Matemática parecia uma professora de Matemática, porque ensinavam por inclinação e conheciam os assuntos. Aluno aprendia porque fazia silêncio e prestava atenção, nem que fosse na marra. O mundo era mais calmo. Ainda não havia a “Música Pra Pular Brasileira”. Ninguém imaginava um futuro tão estrambótico. Hoje, aluno manda professor para a genitora que o gerou, pita ‘cannabis sativa', porta arma de fogo e namora nu.
Mal-educado abraço!
Sosígenes Bittencourt

FRAGMENTOS

O aposentado anda com medo de que o aposentem do recebimento.
Sosígenes Bittencourt

Ausência

A Câmara dos Deputados deverá retomar as votações em plenário na terça-feira (9), depois de passar mais de quatro meses sem votar qualquer matéria.
(Diario de Pernambuco)
É claro que os deputados não querem trabalhar. Revoltados com os seus salários, vão perambular, procurar o que "lazer". Talvez, ainda não tenham recebido o Auxílio-Descanso.
Relaxado abraço!
Sosígenes Bittencourt