Monday, February 02, 2009

Fala, Vitória

Zum Zum Zum sobre bairro onde se mora no Orkut

Moro no Cajá há mais de 20 anos. Quando vim para cá, a fábrica de biscoitos e massas CATIVA operava de madrugada a madrugada. O cheiro de morango e chocolate era tão intenso que, de manhãzinha, bastava tomar um copo d'água e sair para trabalhar. Hoje, é um quarteirão fantasma, as lagartixas se despencam dos escombros e a população que reside em volta teme receber um três-oitão no focinho. Quando tem "forrogode" (mistura de forró com pagode) no Clube dos Motoristas, a meninada pita "cannabis sativa", urina pelas paredes, troca beijos de desentupir pia e esfrega as virilhas no meio da rua, como imitassem o ato da procriação. É uma verdadeira esculhambação!
Forte abraço!
Sosígenes Bittencourt