Wednesday, October 22, 2008

Pai de Eloá é foragido

Da Agência Estado

O ex-cabo da Polícia Militar de Alagoas, Everaldo Pereira dos Santos, é mesmo o pai da adolescente Eloá Cristina Pereira Pimentel, de 15 anos, assassinada com um tiro na cabeça depois de ficar mais de 100 horas em poder do ex-namorado Lindemberg Fernandes Alves, em Santo André, no ABC paulista. A informação foi confirmada na tarde de hoje pelo delegado geral da Polícia Civil de Alagoas, Marcílio Barenco. Segundo Barenco, o ex-cabo Everaldo é foragido da Justiça de Alagoas e estava usando o nome falso de Aldo José da Silva.
Everaldo é acusado de ser um dos assassinos do delegado Ricardo Lessa, crime ocorrido em outubro de 1991, em Maceió.
'Gangue fardada'
De acordo com o promotor de Justiça Luiz Vasconcelos, o ex-cabo Everaldo foi expulso da PM por envolvimento na "gangue fardada", responsável por vários crimes de pistolagem, roubos de carros e assaltos em Alagoas, sob o comando do ex-tenente-coronel Manoel Cavalcante, que encontra-se preso no presídio militar do Rio de Janeiro.
Segundo o promotor Luiz Vasconcelos, contra Everaldo consta inclusive um mandado de prisão reeditado em 21 de julho de 2008, pelo juiz Geraldo Amorim, da 9ª Vara Criminal do Fórum de Maceió, a respeito do assassinato de Ricardo Lessa.