Saturday, January 24, 2009

A poesia é essencial

A você minha linda amante

Eridelson de la Serna

Deitado em meu quarto vazio
Tremia com o intenso frio
A chuva no telhado fazia barulho
E eu escrevia com grande orgulho

Um belo soneto brilhante
A você minha linda amante
Que me chegou de repente
E deixou-me muito contente

Com o brilho que me contagia
Cheguei a pensar que era fantasia
Mas meu mundo mudou
Meu sonho acabou

Hora de viver o momento
O amor que era sedento
E ânsia me doma completamente
Para viver te amando intensamente.

(Eridelson de la Serna é poeta e estudante do Curso de Letras)